Censura Já

04 07-2012
Censura Já

É fácil entender a necessidade da censura: ela deve existir simplesmente porque não vivemos no paraíso. Existem pessoas que buscam o bem e outras que espalham o mal. Assim como o pai e a mãe devem censurar, proibir qualquer coisa, pessoa ou assunto que possa ferir a educação cristã que eles estão dando para seus filhos, o governo deveria buscar favorecer o Bem Comum dos seus cidadãos, censurando aquilo que prejudica a maioria das pessoas. E qual prejuízo pode ser maior que o prejuízo de uma infância e juventude depravada em sua pureza?

Uma cena de novela de strip-tease às 2 da tarde é vista na TV de uma padaria. Quem estiver tomando seu lanche ou passando na rua naquele momento se depara com uma mulher, embriagada, tirando a roupa numa festa. “Vale a pena ver de novo”? Ou o título mais apropriado não seria “Vale a penar banir de novo da TV este tipo de programação”? Aproveito para fazer uma nota do tanto que nos chamam de idiotas todos os dias quando colocam censura de idade em uma certa novela que passa a noite e depois esta mesma novela passa a tarde no “Vale a pena ver de novo” . É pra rir?

E assim temos mil exemplos na TV onde o que mais se vê são pornô-visões, começando por mulheres seminuas rebolando atrás dos apresentadores, passando por crianças sendo entrevistadas com malícia por estes mesmos canalhas, até chegar a cena de relações íntimas que, como o nome diz, deveriam ser vividas apenas na intimidade de cada casal – e casal casado . Tudo isso deveria ser censurado se houvesse alguém se preocupando com o futuro desta nação.

Outra censura deve acontecer nas músicas: porque somos obrigados a escutar músicas com letras totalmente depravadas, como no funk  mas não só nele, em carros que passam nas ruas de nossas cidades? Qual o fundamento da lei que permite que uma pessoa possa escutar uma música de uma altura que todos nós sejamos também obrigados a escutar, sendo que tal música ofende a família, a mulher, o matrimônio e aplaude o adultério, a prostituição e a impureza e as palavras obscenas? Como tampar os ouvidos dos nossos filhos para isso se um carro atrás do outro nos obriga a escutarmos tal imundície? Que liberdade é esta que só serve para quem quer depravar e não para quem quer proteger de fato as nossas crianças?

Realmente a censura não existe neste país de palhaços e palhaçadas. A ordem é destruir toda ordem moral, desde a criança que – junto com seus pais – assiste a novela ou os patéticos programas de Domingo com suas cenas de nudez até o menino que tem a obrigação de aprender a usar preservativo com 10 anos nas escola.

Que repugnante é este país, este governo e esta mídia apodrecida. Em vez de multar – e com multa caríssima – aqueles que destroem a ordem moral, eles os louvam de todas as formas! Que Nosso Senhor suscite não apenas políticos que entendam sua gravíssima missão, mas que suscite eleitores que saibam tirar do Governo ladrões e corruptos como estes homens e mulheres torpes, para que nasça uma nova geração onde de fato exista e prevaleça o Bem Comum e não o bem de seus bolsos.

Related article

  • 12 09-2017
    Aniversário de 9 Anos
    • Atualidades
    • Comentários desativados em Aniversário de 9 Anos

    O Namoro Católico ira completar 9 anos em 2018! Com a graça de Deus começamos este apostolado que – após anos de verdadeira batalha – pode agora colher os frutos gerado pela perseverança e intercessão…

    Read more...
  • 08 04-2016
    Oração do Papa Francisco pela Família
    Read more...
  • 08 04-2016
    Amoris Laetitia

    Apenas trecho deste belíssimo Documento que pode ser lido na íntegra clicando aqui.  124. Um amor frágil ou enfermiço, incapaz de aceitar o matrimônio como um desafio que exige lutar, renascer, reinventar-se e recomeçar sempre de…

    Read more...